Erro no banco de dados do WordPress: [Disk full (/var/tmp/#sql_7b39_2); waiting for someone to free some space...]
SELECT t.*, tt.*, tr.object_id FROM wp_terms AS t INNER JOIN wp_term_taxonomy AS tt ON tt.term_id = t.term_id INNER JOIN wp_term_relationships AS tr ON tr.term_taxonomy_id = tt.term_taxonomy_id WHERE tt.taxonomy IN ('category', 'post_tag', 'post_format') AND tr.object_id IN (23112) ORDER BY t.name ASC

CIENCIA HOJE

COMPARTILHE:

[print-button target='#areaImpressao']

Ciência Hoje das Crianças


Conteúdo do Link: http://chc.org.br/subir-descer-subir/

Subir, descer, subir…

Nosso leitor quer saber: como as formigas conseguem andar pela parede? Confira a resposta do Rex

Imprimir Pdf

Erro no banco de dados do WordPress: [Disk full (/var/tmp/#sql_7b39_2); waiting for someone to free some space...]
SELECT t.*, tt.*, tr.object_id FROM wp_terms AS t INNER JOIN wp_term_taxonomy AS tt ON tt.term_id = t.term_id INNER JOIN wp_term_relationships AS tr ON tr.term_taxonomy_id = tt.term_taxonomy_id WHERE tt.taxonomy IN ('category', 'post_tag', 'post_format') AND tr.object_id IN (22521) ORDER BY t.name ASC

Erro no banco de dados do WordPress: [Disk full (/var/tmp/#sql_7b39_2); waiting for someone to free some space...]
SELECT t.*, tt.*, tr.object_id FROM wp_terms AS t INNER JOIN wp_term_taxonomy AS tt ON tt.term_id = t.term_id INNER JOIN wp_term_relationships AS tr ON tr.term_taxonomy_id = tt.term_taxonomy_id WHERE tt.taxonomy IN ('category', 'post_tag', 'post_format') AND tr.object_id IN (12751) ORDER BY t.name ASC

Erro no banco de dados do WordPress: [Disk full (/var/tmp/#sql_7b39_2); waiting for someone to free some space...]
SHOW COLUMNS FROM `wp_posts`

Vemos formigas de todo tipo andando pra lá e pra cá, trabalhando o dia todo. Com uma habilidade incrível, elas conseguem passear por diversos lugares inusitados para nós, humanos. Você já parou para pensar em como as formigas conseguem andar pelas paredes? Essa foi a pergunta enviada pelo leitor João Pedro.

Quem responde é a bióloga Inara Roberta Leal, da Universidade Federal de Pernambuco. “As formigas são capazes de andar nas paredes sem cair, em primeiro lugar, por causa de seu peso pequeno em relação à superfície do seu corpo. A gravidade – força que a Terra exerce sobre nós e nos mantém unidos à sua superfície – é mais forte quanto mais massa tem um organismo. Assim, como as formigas são pequeninas e leves, a força da gravidade tem uma ação mais fraca sobre elas que sobre nós, humanos”.

Pequenas ondulações nas paredes, mesmo aquelas imperceptíveis para nós, ajudam as formigas a se agarrarem à superfície. (foto: khyronsdf / Flickr / (a href=https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0)CC BY-NC-ND 2.0(/a))

Pequenas ondulações nas paredes, mesmo aquelas imperceptíveis para nós, ajudam as formigas a se agarrarem à superfície. (foto: khyronsdf / Flickr / (a href=https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0)CC BY-NC-ND 2.0(/a))

Outro motivo é a resistência do ar, que é maior em relação às formigas porque elas têm, em proporção ao seu peso, uma superfície de contato bem maior que a nossa. “Quando uma formiga é atirada para cima, ela demora mais a cair no chão em relação a nós porque tem seis pernas e duas antenas que aumentam sua resistência ao ar”, explica Inara.

Mas o grande segredo vou contar agora: as formigas possuem pequenas garras no final das pernas, que permitem que elas se prendam à parede. “Também vale lembrar que o relevo das paredes, que, para nós, parece muito uniforme, para as pequeninas formigas apresenta muitas estruturas nas quais elas podem se segurar, assim como as pessoas que se agarram às rochas quando escalam montanhas”.

E aí, gostou da resposta? Agora, pense em outros bichos que também andam pelas paredes. Será que eles usam as mesmas estratégias que as formigas? No caso das lagartixas, é bem diferente, e a CHC já explicou aqui.

Rex , Ciência Hoje das Crianças
Sou o mascote da CHC. Troquei a pré-história pelo mundo virtual para mostrar a você o lado curioso e divertido da ciência.

Comentários

Observação: Os comentários publicados abaixo foram enviados por nossos leitores e não necessariamente representam a opinião da Ciência Hoje das Crianças.

  1. luizze disse:

    gostei muito da materia È muito legal

  2. Karina disse:

    Olá, gostei muito da matéria!
    Obrigada


Deixe o seu comentário!









Conteúdo Relacionado

    Erro no banco de dados do WordPress: [Disk full (/var/tmp/#sql_7b39_2); waiting for someone to free some space...]
    SELECT t.*, tt.*, tr.object_id FROM wp_terms AS t INNER JOIN wp_term_taxonomy AS tt ON tt.term_id = t.term_id INNER JOIN wp_term_relationships AS tr ON tr.term_taxonomy_id = tt.term_taxonomy_id WHERE tt.taxonomy IN ('category', 'post_tag', 'post_format') AND tr.object_id IN (23265, 23382, 23741) ORDER BY t.name ASC

  • 15 curiosidades sobre bichos

    Estamos chegando ao final do ano. É hora de relembrar alguns dos textos que a CHC apresentou em 2015!

    O peixe-neon ((i)Elacatinus phthirophagus(/i)), espécie de limpador comumente encontrada no Brasil, limpa uma moreia verde ((i)Gymnothorax funebris(/i)). (foto: João Paulo Krajewski)
  • Seja amigo do lobo

    Campanha quer divulgar conhecimento sobre os lobos-guarás

    O lobo-guará é o maior canídeo da América Latina. (foto: Lallie / Flickr / (a href=https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0)CC BY-NC 2.0(/a))
  • Arma e ferramenta

    Descubra do que é feito e para que serve o chifre do rinoceronte

    O chifre dos rinocerontes é feito de proteínas! (foto: Thomas Hawk / Flickr / (a href=https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0)CC BY-NC 2.0(/a))
string(31) "lightboxIframe link infografico"

Novidades

Cadastre-se para receber nossas novidades por e-mail.

Seu e-mail